Trabalhadores param no dia 18 contra desemprego e reforma administrativa

Reconta Aí 11/8/2021 Contra a reforma administrativa, servidores públicos  das três esferas – municipal, estadual e federal – marcaram para a próxima quarta-feira (18) uma greve geral. O movimento será reforçado com trabalhadores da iniciativa privada convocados pela CUT e demais centrais e movimentos sociais. Haverá paralisações, mobilização, assembleias, panfletagens e protestos por todo o País. A realização da greve…

Continue lendo...

Centrais sindicais planejam greve geral contra reforma da Previdência

Haverá apoio à União Nacional dos Estudantes no segundo protesto contra os cortes de verba no Ministério da Educação, marcado para o dia 30 de maio Yahoo Finanças 23/05/2019 As informações são do jornal Estado S. Paulo. A principal reivindicação será a queda da reforma da Previdência, mas o crescente desemprego e a bandeira da educação pública também estarão em pauta.…

Continue lendo...

Economistas destroem ‘mitos’ da ‘reforma’ da Previdência e lançam manifesto

PEC de Bolsonaro não garante sustentabilidade do sistema de aposentadorias nem contribui para a retomada do crescimento, segundo especialistas ouvidos pela Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Rede Brasil Atual 15/05/2019 A “reforma” da Previdência do presidente Jair Bolsonaro e do seu ministro da Economia, Paulo Guedes, foi classificada como “afronta aos brasileiros” e “uma falácia” que não vai contribuir…

Continue lendo...

Reforma da Previdência pode levar ao desemprego mais meio milhão de pessoas

Recursos das aposentadorias fomentam desenvolvimento regional. Redução de valores pagos a idosos, rurais e BPCs agravaria crise de emprego em milhares de cidades por todo o país CORREIO BRAZILIENSE10/04/2019 “O parecer do relator na CCJC da Câmara negou as várias inconstitucionalidades, e ignorou outras; ao fazê-lo, tentou dar um verniz de juridicidade à PEC 6, mas fica evidente que  ele…

Continue lendo...

O Dia do Trabalho e os sindicatos

Hoje a data tem pouco magnetismo, é mais festiva que política ou simbólica Estadão / Marco Aurélio Nogueira 02/05/2018 O 1º de Maio sempre foi uma data dos trabalhadores. Data de luta, de política, de memória e homenagem, de defesa de direitos e de uma identidade. As esquerdas fizeram dela um de seus principais pontos de referência. A democracia política…

Continue lendo...