Frente do Serviço Público pede debate na Câmara sobre recomposição salarial

Proposta foi construída nas reuniões de trabalho da Frente Parlamentar, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro

Anajus Notícias
10/2/2022

A Frente Parlamentar Mista do Serviço Público apresentou nesta quarta-feira (9) requerimento para a realização de Comissão Geral do Plenário da Câmara dos Deputados destinada a discutir a recomposição salarial pleiteada por servidoras e servidores públicos federais dos três poderes.

“Estamos em luta pela recomposição salarial dos servidores públicos brasileiros”, informou a Frente nas redes sociais, referindo-se ao requerimento apresentado pelos coordenadores do grupo, a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) e o deputado Rogério Correia (PT-MG).

Comissão Geral é o nome que recebe a sessão plenária da Câmara dos Deputados quando interrompe seus trabalhos ordinários para, sob o comando do seu Presidente, debater matéria relevante. A data provável para acontecer é após o feriado de carnaval, em março, quando os trabalhos legislativos de fato passarão a acontecer de forma presencial.

Nesta semana, a Frente Parlamentar e o movimento dos servidores promoveu rodada de plenárias estaduais e atividades virtuais “Reposição emergencial para todas e todos: 19,99% já!”.

Na próxima semana, haverá Jornada de Luta em estado de greve; realização de assembleias nos estados. E a partir do dia 9, é prevista greve geral nacional dos servidores federais, se for aprovada nas assembleias.

Contra a Reforma Administrativa

A Frente promove também mobilização diária contra a proposta de Reforma Administrativa, a PEC 32, principalmente depois que os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco  (PSD-MG), afirmaram que a matéria poderá ser votada neste ano, apesar de se tratar de um ano eleitoral.

“Conseguiram aprovar na Comissão Especial, mas com a nossa mobilização não conseguirão os 308 votos no Plenário. Vamos juntos(as)!”, conclama um dos materiais de divulgação da Frente contra a PEC 32, que foi retirada da pauta do plenário no final de 2021.