CNJ mantém liminar que suspende nomeação de nove desembargadores para o TJ-BA

Plenário do Conselho alegou que a criação das vagas seria irregular e inconstitucional, já que na primeira instância há necessidade de mais servidores e juízes G1 19/08/2018 O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu por unanimidade, em sessão realizada na última terça-feira (18), manter a liminar que suspende a nomeação de desembargadores para as nove vagas criadas pelo Tribunal de…

Continue lendo...